As disfunções

Disfunções podem aparecer em qualquer momento da vida

Seja no período da gestação, no parto e pós-parto, na infância, juventude e adultidade, podem ocorrer agressões que provocam a diminuição do desempenho fisiológico (disfunção), perturbando a homeostase.

Na Gestação

disfunção gestaçãoÉ comum as mulheres grávidas sentirem algum tipo de dor ou desconforto lombar durante a gravidez e pós-parto. Vários fatores são responsáveis pelo aparecimento de dores nas costas das gestantes.

O aumento do feto e a frouxidão ligamentar resultam no aumento da lordose lombar, o que leva a um desgaste das articulações intervertebrais, aumentando o risco do aparecimento de lesão do disco intervertebral, causando dor.

Se essa discopatia não for prevenida ou tratada durante a gravidez, ela poderá se agravar no pós-parto em virtude da fraqueza dos músculos abdominais e da sobrecarga física que os cuidados ao bebê impõem à mãe.

feto grandeFeto grande para um útero pequeno pode ocasionar compressão. Feto em posição transversal pode nascer com escoliose e/ou outras deformações. O impacto em um feto em desenvolvimento pode ser terrível, daí a necessidade de um acompanhamento holístico do corpo.

No Parto

parto bebêO corpo do bebê é muito delicado. Partos difíceis e até mesmo uma pegada um pouco mais forte, podem produzir compressões e/ou alongamentos que promovem lesões como torcicolo, edema na base do crânio e outros.

Pós-parto

Muitas mulheres experimentam além dos sintomas do nascimento (útero distendido, colo alargado, inchado e com sangramento), desconforto musculoesquelético como dor lombar ou pélvica provocado por uma deficiência no sistema musculoesquelético e sobrecargas na coluna.

Na infância, juventude e adultidade as disfunções pode se instalar através dos traumas físicos e psicológicos, intolerância alimentar, alergia alimentar, intoxicações, patologias, neoplasias e cirurgias.

Todos esses fenômenos provocam aderências e freios nas estruturas envolvidas causando disfunções que podem chegar a deformações.

corpo humano

Em todas essas ocorrências se recomenda um acompanhamento holístico que saiba entender a ligação entre os componentes anatômicos que estão na continuidade do tecido que faz integração com todo o corpo – tecido conjuntivo – proporcionando muitas vezes lesão em cascata.

As disfunções poderão promover mal funcionamento, patologias e deformações como: constipação, flatulência, refluxo gastroesofagiano, sinovite, tendinite, bursite, escoliose, lordose, cifose, joelho varo, má oclusão dentária, cefaleia, varizes, asma brônquica, síndrome do impacto, síndrome do túnel do carpo, fibromialgia, artrose, osteopenia, pubalgia, TPM, ovulação defeituosa, espondilolistese, retrolistese, nevralgia do trigêmeo, pericardite por má postura, cansaço respiratório, má digestão, incontinência urinária, apneia do sono, ronco, diminuição da voz, início de surdez, distensão muscular, contusão entorse, capsulite adesiva e outros.

Resultados obtidos com o tratamento

O tratamento tem a finalidade de liberar as tensões parasitas que levam a desconforto, dor e deformação, atingindo: vísceras, nervos, vasos, músculos, articulações e ossos.

Este método de tratamento poderá reverter deformidades como: torácica, escoliose, hiperlordose, hipercifose, joelhos próximos (genu valgum), joelhos afastados (genu varo), aumento da capacidade respiratória, fluidez cardio-vascular, gastrointestinal, genito-urinária, recuperação da massa óssea para caso de osteopenia e artrose devidamente comprovada por exames.

O tratamento também pode evitar muitas cirurgias como hérnia de disco, artrose, hemorroida e etc.

Siga-me por email
Facebook
Google+
http://drcarloseduardo.com.br/disfuncoes/
Twitter
YouTube
Instagram

Deixe seu comentário ou dúvida:

comentários